11 de Maio de 2017 - Rodrigo Cézar Limeira - (986 acessos) Comentário

Maioria dos grandes açudes que abastecem cidades do interior da Paraíba podem armazenar pouca água em 2018, afirma estudioso

Um El Niño pode estar a caminho, e pode se configurar no segundo semestre de 2017, afirma o estudioso Rodrigo Cézar Limeira. De acordo com o pesquisador, o principal impacto que o fenômeno pode causar no clima do semiárido do estado próximo ano, é a irregularidade das chuvas de forma muito acentuada, que prejudica os plantios de milho e feijão, e provoca pouco armazenamento de água na maioria dos grandes reservatórios da região.

 

Para Rodrigo, outro fator que pesa contra as chuvas no semiárido do estado, é a tendência climática de aquecimento abaixo do normal do Oceano Atlântico Sul, na altura da costa do Nordeste para 2018. Desde 2012 essa tendência vem se mantendo, daí uma das causas da crise hídrica que o semiárido vem atravessando desde o mencionado ano, com a maioria dos grandes reservatórios de água, armazenando pouca água ano após ano.

 

Ainda é cedo, o cenário pode mudar daqui para 2018, mas é importante frisar com antecedência que a natuereza nesse momento não vem colaborando para que boas chuvas possam cair. Os sinais estão claros, e dessa forma é necessário concluir a transposição o mais rápido possível, para que grandes contingentes populacionais no semiárido da Paraíba, não sejam surpreendidos pela falta de água já no final de 2017.

 

 

Rodrigo Cézar Limeira - Portal Ciência em Foco

Social:

20 de Setembro de 2017

Publicidade

Visitas até o momento